0

Tretas



Dizem-me que não te posso mimar demais porque vais ficar agarrado a mim e não segues o teu rumo...TRETAS

Dizem-me que não te posso proteger desta vida ingrata e cruel com que todos os dias somos confrontados...TRETAS

Dizem-me que é inevitável que assistas às desgraças e à miséria que este mundo nos oferece a cada dia que passa...TRETAS

Dizem-me que não vou conseguir esconder-te o mau carácter das pessoas, a sua frieza ou o mau feitio...TRETAS

Dizem-me que não devo poupar-te a imagens menos próprias e agressivas...TRETAS

Dizem-me que te devo deixar voar sem me preocupar com as quedas e os tombos que venhas a dar...TRETAS

Lamento, mas são tudo TRETAS... uma mãe tudo pode. Mesmo que esse poder seja única e exclusivamente da nossa mente, uma mãe tudo pode. E pode porque tem o dever disso. Pode porque tem o instinto de proteção e de sobrevivência. Pode porque move montanhas e revolta estradas.

Em verdade vos digo que quando me dizem "ele tem de crescer" eu faço ouvidos de mercador...ai se faço...

Ele vai crescer com a certeza que eu estarei sempre aqui para lhe amparar as quedas e quando de todo não puder estarei para lhe "desinfetar" as feridas. Ele tem de crescer consciente de que o mundo não é pintado de cor de rosa, mas que todos nós, inclusive ele pode fazer a diferença. Ele tem de crescer mas transportando no peito a capacidade de não fazer juízos de valor antecipado ou rotulando as pessoas pelo que falam delas. Ele vai tornar-se adulto e eu vou fazer questão de lhe dizer todos os dias que é a pessoa mais importante para mim, para que ele saiba que é necessário haver este amor verdadeiro e para a vida toda.

Se tudo isto é muito bonito ou um qualquer cliché da sociedade e das palavras?! Eu acredito nisto e se eu acredito faço acreditar também!

 Texto originalmente publicado em https://eleomicrofoneeamama.blogs.sapo.pt/