0

Então, e dorme bem?


Todos os pais ouvem esta pergunta recorrentemente. 
Talvez seja por isso que o número de horas de sono seja uma das grandes preocupações dos recém papás.  O sono é de facto muito importante nos bebés/crianças. Como referido pela Prof. Teresa Paiva (no livro Centro da Medicina do Sono), “o padrão de sono-vigília é um dos marcos fundamentais do desenvolvimento infantil que, de certa forma, acompanha ou modela as restantes aquisições do desenvolvimento em termos psicológicos, em termos motores, verbais e cognitivos”.

Em primeiro lugar, o que é importante reter, é que os bebés/crianças necessitam de dormir muito mais do que os adultos, e que o seu padrão de sono também é muito diferente. Em segundo lugar, as necessidades do sono variam com a idade e com as características pessoais de cada um. Cada bebé é único.
Segundo a Academia Americana de Medicina do Sono (American Academy of Sleep Medicine – AASM - J Clin Sleep Med 2016;12(6):785–786), as recomendações são as seguintes:  

1) Lactentes dos 4 aos 12 meses: 12 a 16 horas  
2) Crianças de 1 a 2 anos: 11 a 14 horas  
3) Crianças de 3 a 5 anos: 10 a 13 horas  
4) Crianças de 6 a 12 anos: 9 a 12 horas  
5) Adolescentes de 13 a 18 anos: 8 a 10 horas

É importante ter atenção, que o número de horas se refere ao total do sono noturno e diurno, que inclui as sestas, especialmente nas crianças mais pequenas, que dormem várias vezes por dia.

No início, é provavel que um recém-nascido durma um total de 16/17 horas, com ciclos de sono muito curtos, que são geralmente dependentes da alimentação. É este ritmo irregular de sono que leva os pais ao desespero, sendo necessário vários acordares noturnos para alimentar, mudar a fralda ou confortar. É também importante saber que um recém-nascido, só entra em sono profundo 20/30 minutos depois de fechar os olhos.

Com a progressão da idade, por diversos fatores, o sono começa a ocorrer predominantemente de noite e as sestas começam a diminuir de frequência e duração. Por volta dos 6 anos a estrutura do sono estabiliza-se, sendo então semelhante à do adulto, com predomínio do sono profundo no início da noite e um episódio único de sono durante a noite.  


Sofia Rebocho