0

Entre mãe e filha


Nunca tinha estado a viver a tantos km´s de distância da minha mãe como agora.

A minha mudança de país vai para dois anos e para minha surpresa esta distância acabou por nos aproximar mais na forma como partilhamos os nossos sentimentos.

Estes anos todos que passei com ela sempre perto de mim foram muito intensos a nível profissional, eu corria de manhã à noite e a vida tratou de engolir esses momentos. Quase todos os finais de dia eu estava lá em casa, para ir buscar as minhas filhas, que tinham vindo do colégio e ficavam com os avós até eu chegar do trabalho.

Estávamos juntas fisicamente mas a verdade é que pouco nos sentávamos a conversar. Agora escutamo-nos, não estamos sentadas lado a lado mas as novas tecnologias dão-nos o acesso, um momento que é só nosso, para falarmos só as duas. Pode ser banal e podemos ter cortes de rede, mas acabamos por partilhar mais, tempo, agora sim temos tempo.

A relação entre mãe e filha muda assim que também passamos a ser mães, passamos a compreender, a empatizar, passamos por situações muito idênticas e são as mães que nos aconselham com a sua experiência e maturidade.

Agora sou mais consciente, parei para ver e escutar o que é fundamental quando se vive um momento de mudança. A minha mãe pode estar longe mas sei que é a pessoa que me conhece melhor e compreende os meus medos e tem sempre tempo para os filhos. A minha atitude também mudou na forma como me expresso para quem me quer bem e de quem sinto saudades, digo o que sinto de forma transparente e diretamente do coração.

Amo-te mãe