0

Queridos Fumadores



Queridos(as) fumadores(as),

Como têm passado?
Quase todos os dias, e se a saúde permitir, eu e o meu filhote passeamos um pouco. Ele gosta muito de passear no seu marsúpio, é bastante curioso sempre atento a quem passa por nós e dá uma atenção muito especial às luzes.... Tem apenas 3 meses. Costumamos apanhar transportes, especialmente o comboio.

A estação é um espaço ao ar livre, o que nos permite contemplar a luz de um bom tempo ou a chuva a cair, sobretudo é um espaço livre. Hoje, como tantos outros dias, passei por vós e muitas das vezes escapa-vos um sorriso cada vez que olham para os olhos super curiosos do meu pequenino e retribuo-vos com o mesmo gesto sabendo que vos agrada tanto ver estes seres humanos tão pequeninos... Mas há uma coisa: a nossa distância ainda é grande. Acontece sobretudo quando estão a desfrutar de um cigarro. Um momento que é vosso, mas que não é o meu e muito menos de um petiz.

Eu adoraria sentar-me ao pé de vós, mas o vosso "momento" não o permite... Então imaginem quando os bancos estão todos "ocupados" por esses "momentos"... não me resta outra opção do que estar em pé. Assim como já me aconteceu levantar-me vezes seguidas em cada vez que um de vós acendia um cigarro. Reparem... Não é por mim, mas por este ser humano tão pequenino.