0

A Regra dos Três ou como simplificar o nosso Natal



Numa casa numerosa e com orçamento limitado, é necessário priorizar e oferecer o que é necessário, não apenas o que as crianças desejam. Se assim fosse, teria de comprar todos os brinquedos que passam nos intervalos do canal Panda.

Há alguns anos, num grupo de mães de famílias numerosas, descobri uma fórmula mágica que funciona connosco. Não tem de servir para todas as famílias pois somos todos diferentes mas queria partilhar convosco o nosso segredo.

Usamos então a regra dos três: um brinquedo, um livro e uma peça de roupa. Antigamente a roupinha do natal era frequentemente a única roupa nova das crianças. Hoje em dia, podemos comprar roupa sempre que entendemos. Assim, guardamos para o natal algo muito especial, principalmente para eles. Um pijama de urso, uma camisola dos X-Men ou umas sapatilhas de marca, algo que sabemos que os vai fazer felizes.

Em relação ao livro, é o mesmo conceito. Cá em casa, os livros entram com muita frequência mas guardamos para esta época os livros que estão na lista dos mais desejados. Por vezes, livros da época natalícia. Temos uma caixa de livros que retiramos do material de Natal e que ficam acessíveis nesta época do ano e relemos os nossos contos de natal preferidos.

Finalmente, a maior dor de cabeça, o brinquedo… Os adolescentes já não querem brinquedos, mas querem cds, cartões FNAC, Sonae etc. As crianças querem tudo… a lista é o intervalo dos canais de desenhos animados. Tentamos ver qual é o que eles mais querem e que cabem no orçamento. Por vezes, é difícil dar 60€ por um brinquedo que sabemos que só vai ser usado três vezes. Depois há sempre a questão de oferecer um brinquedo que dê para aprender brincando. O ideal é sempre analisar caso a caso e decidir o que é melhor para cada um. Tendemos a falar com o resto da família, partilhando a lista para o Pai Natal, para que os seus desejos sejam cumpridos (pelo menos, em parte).

Para além disso, há o calendário de natal de parede onde desde o dia 1 de dezembro, sai todos os dias um papel com uma atividade a desenvolver, que pode ser, por exemplo, fazer bolachinhas de natal ou cantar músicas de natal ou um miminho como um carrinho ou um bombom.

E, pela vossa casa, como fazem?