0

Mamã hoje é dia de escola?


É assim que se acorda todos os dias cá em casa.
Eu finjo sempre não ouvir a pergunta enquanto ganho uns segundos para me preparar para o que aí vem...
- Sim filho, hoje é dia de escola!
Na minha cabeça começo a correr para fugir do quarto porque já conheço o drama que vem a seguir, mas respiro fundo e escolho ficar. Ele reclama:
- Não mãe, hoje não é dia de escola. É dia de férias da Páscoa (todos os meses!); ou é sábado ou domingo...
De repente o sono aparece como por magia e já não quer sair da cama porque precisa de dormir mais um bocadinho! Quando é finalmente arrancado (a ferros) da cama a pergunta muda para:
- Mamã tenho que me vestir já?
Tirar o pijama é sinal de que o momento de ir para a escola se aproxima. Calçar é outra missão quase impossível, e assim se inicia uma manhã de stress!
A caminho da escola vai dizendo que ir à escola é uma caca, que quer ficar em casa todo o dia com a mamã e com o papá e até que em vez de ir à escola quer ir trabalhar (com 3 anos). E lá fica ele a chorar entregue à pressa para não prolongar o momento. Na escola o choro dura 5 minutos, já o meu dia fica cinzento durante umas horinhas, enquanto me lembro daqueles olhos a pedirem para fugir dali.
Ao fim de semana ou feriados quando a resposta é negativa há direito a danças e cantigas de celebração!
Fica assim a certeza, de que se o meu filho tivesse oportunidade de escolha, abandonava a carreira escolar aos 3 anos de idade!