0

Eu acredito num mundo cheio de amor!




Meus queridos filhos,
Não sei como o mundo estará quando vocês lerem esta carta. Mas posso contar como o mundo é hoje: cruel. Há pais que matam os filhos, maridos que batem nas mulheres, crianças a passar fome,há pessoas más que matam outras,etc
Todos os dias temos notícias desse tipo nos jornais. É uma tristeza, não dá nem vontade de ver televisão. Ainda esta semana em Espanha uns homens maus mataram muita gente,gente essa que era do bem que estavam a hora errada no sitio errado.
Mas nos temos a sorte de estar rodeados de pessoas boas, que têm muito amor no coração, que só fazem bem, que acreditam num mundo melhor. Muitas delas são da nossa família, nossos amigos, pessoas que conhecemos nem que seja na vossa escola. Elas estão por aí,acreditem que sim.
E nos temos a sorte de estar rodeados delas.
E todos os dias dou o meu melhor para que vocês terem o melhor exemplo a seguir,para fazerem parte do grupo das boas pessoas.
Tenho certeza que estou a dar o meu melhor, pois o principal ingrediente para isso é amor.
Amor que essas pessoas que fazem mal nunca receberam, ou que foi apagado por outras maldades que foram feitas com elas. É um ciclo: falta amor para os pais, falta amor para os filhos e assim vamos vendo todo esse ódio propagar.

Mas eu acredito que há muito mais amor no mundo do que ódio! Que as pessoas estão a aprender que é preciso amar, que é preciso respeitar, que é preciso ser solidário para se ser feliz.

Neste momento, tudo o que desejo é que o futuro seja melhor do que o presente. Porque vocês merecem viver num mundo onde reina o amor!!!

Artigo adaptado de www.maeporumfio.blogspot.pt