0

Como planear os gastos com os filhos


A nossa grande preocupação enquanto mães é proporcionar a melhor qualidade de vida aos nossos filhos. Muitas vezes a quantidade é dispensável, mas nada lhes pode faltar estou certa?

Organizar o orçamento familiar torna-se difícil e exige algum planeamento e disciplina. Principalmente quando temos um pequeno ser que não tem a noção de onde vem o dinheiro e como nos custa ganha-lo.
Planear corretamente os gastos dos nossos filhos permite-nos também planear a sua poupança. Ao ter as despesas planeadas à priori, já não vai ser apanhada desprevenida e poderá oferecer o melhor sem comprometer o seu orçamento.

Para facilitar a tarefa e ter um orçamento adequado às necessidades da sua família seguem aqui algumas dicas para ajudar num planeamento para os gastos com as crianças.

Organizar a vida escolar
Grande parte das despesas das crianças é na escola e com a escola. Planeie o ano e os gastos com transporte, mensalidade, material, almoços e planeie as despesas ao longo do ano num folha em excel por exemplo.

Prepare o inicio do ano letivo, aqui algumas dicas práticas:
Não compre nada antes de ter a lista da escola (para não correr o risco de comprar o material errado);
Reveja a lista com atenção e reutilize materiais do ano anterior, se possível;
Não se deixe levar por marcas (a não ser que a escola assim o peça), procure alternativas de marca branca;
Não deixe os seus filhos escolherem sozinhos o material, se tem que comprar por exemplo uma mochila, dê-lhe a escolher entre duas opções dentro do seu orçamento e apenas dentro dessas opções pode escolher o que mais gosta;
Aproveite para comprar embalagens com mais quantidades para ficar pelo menos com uma de reserva;
Não se deixe levar pelos gastos com o cartão de crédito. Pague de preferência à vista
Para quem tem que comprar manuais, procure em segunda mão no Olx ou custo justo ou Facebook antes de os comprar na Livraria.

Programe as saídas
Estipule saídas para diversão em determinado número por mês e o limite que podem gastar. Por exemplo uma saída ao cinema em família por mês com o limite de bilhetes + Lanch. Procure sempre que possível alternativas divertidas mais económicas ou gratuitas.

Planeie as compras antes de chegar ao supermercado
Siga aquelas dicas básicas. Não ir às compras com fome, levar a lista de compras, estar atenta às promoções sem se deixar levar por elas. Se leva as crianças faça-a perceber o valor do dinheiro e que por exemplo se elevar aquele doce, não pode levar uma palete de leite, e pergunte-lhe o que acha mais importante.

Aprenda a fazer as melhores escolhas para o seu filho (nem sempre são as mais caras).
Queremos sempre o melhor para eles, e às vezes temos a tendência para sacrificar o orçamento para lhes fazer a vontade. Planear até onde podemos ir ajuda-nos a combater isso. O melhor para eles nem sempre é o mais caro e é importante que desde cedo eles percebam isso. Lidar também com a frustração de não poder ter o que querem faz parte da sua aprendizagem.
  
Aproveite o tempo em casa
Seja num fim-de-semana ou em férias, pode sempre aproveitar o tempo que está em casa com eles. Torne-o divertido. Por exemplo, se precisa de umas horas de trabalho, tente negociar com eles (dependente da idade), “deixa a mãe acabar este relatório e depois vamos jogar UNO”. Prometa algo que gostem os dois de fazer, mas cumpra!