0

O Papel dos Avós

Avós... a maior ligação na vida de uma criança.


Felizmente ainda tenho os meus avós, e sei o papel que eles desempenharam no meu crescimento e dia a dia. São das pessoas que mais estimo na minha vida.


Nunca tive nenhuma babysitting porque tinha a melhor pessoa para cuidar de mim a minha avó materna, a matriarca da família. E posso garantir que não existe colo e abraço melhor que de uma avó.


Uma avó que me acompanhou em todos os passos que dei até hoje. Aqueles 75 anos não lhe tiraram a energia que tanto a caracteriza, quem diria que com essa idade ainda iria tomar conta dos meus filhos.  Uma pessoa super autónoma, em que não lhe preciso dar qualquer orientação, tudo faz pelos seus bisnetos, sente um amor por eles que não se consegue medir mas também é recíproco. Do Baby FM ainda não posso dizer muitas coisas, embora já note um brilho especial nos seu olhar quando a vê. Do T é algo indescritível, adora-a, é das únicas pessoas que fala ao telefone com um enorme sorriso, chora quando sente que se vai embora, é um amor que não se consegue medir...


Outra coisa que me fascina, é a vontade que minha avó têm em que ele se desenvolva, eu dou umas orientações e depois é vê-la a brincar e a puxar por ele de uma forma incansável.


Actualmente o T é a sua razão de viver, posso mesmo dizer que eu já passei para segundo plano, quando lhe ligo, nem quer saber se estou bem, a primeira pergunta que lhe ocorre é se o T e o Baby FM estão bem...


Pelo exemplo que tive e da forma que fui educada acho imprescindível esta aproximação entre avós e netos, é um amor que só os avós conseguem dar. Claro que o amor que temos pelos nossos filhos é o maior do mundo, mas acredito que o dos avós também o é, mas de uma maneira muito própria.


Sei que os meus filhos têm os melhores avós que alguma vez podiam ter, com eles brincam, passeiam, divertem-se, são mimados até mais não, e acima de tudo têm um amor do mais verdadeiro e terno que pode haver.


A parte chata fica para nós, e essa é a certa. O papel da educação pertence ao pais, claro que os avós no meio de tanto amor também transmitem os seus valores mas não é esse o seu papel principal.


Dou graças a Deus, por ter uma avó brilhante, e por os avós dos meus filhos o serem também.


O papel dos avós é mais que um simples papel na vida de uma pessoa, são eles que mostram a união familiar, que dão os maiores exemplos, que são os maiores professores, que são as suas estrelas guias.


Por norma ouve-se que os avós estragam os netos, e eu concordo em absoluto pois sempre que ficam em casa deles, vêm carregados de mimos, o T como é o mais crescido é o que se nota mais. Mas não é coisa que me importe, que assim seja, fico muito feliz que venham cheios de "birrinhas" de mimo.


Que cheguem cheios de mimos pois assim tenho a certeza que serão crianças seguras de si próprias e acima de tudo felizes.