0

As teorias sobre a educação dos filhos dos outros

Eu, como tantas de nós, mães, não suporto "doutoramentos" sobre educação dos filhos dos outros.  
Assim que nasce a nossa condição de mãe que começam as teorias. Ora damos demasiado colo, ora damos colo a menos; a mama essa, tem imensos estudos e criticas, ora porque damos de mamar em locais públicos, ora porque mamar é um acto natural e o bebé deve mamar em qualquer local; mamar até não ter mais leite ou já é demasiado grande para mamar; dormir e adormecer tem técnicas provadas cientificamente com a filha da prima da amiga da vizinha; as cólicas são chatas mas a irmã da prima da amiga da vizinha fez o que leu na internet e resultou de imediato; a introdução dos alimentos também tem muito que se lhe diga, eu não digo é nada sobre o assunto; as birras cada vez com mais teorias provadas, não se entende como é possível essa coisa ainda existir; a chucha, esse objecto que transforma a mais bela criança num monstro horrível, sim porque todos os que tiram prazer em chuchar são meninos feios que vão ficar com dentes tortos, boca feia e a falar mal (ainda bem que alguém inventou uma profissão chamada de terapeuta da fala); a fralda, outro mal da humanidade, criança que é criança, tem que largar a fralda assim que se senta.
Bem sei que não sou a única, mas ouvir tantas teorias sobre a educação dos filhos dos outros, causa-me urticária.  
Quem sabe do porquê de uma decisão dos pais ou de uma dificuldade da criança??? Para quê falar em "teorias" quando cada criança é única, cada família é única.  
Lembrem-se, quando ouvirem teorias científicas sobre os vossos filhos, que eles são vossos e que ninguém os conhece como a mãe e o pai, que os acompanham desde que nasceram, que reconhecem os seus receios e o que lhes dá alegrias, que os amam como mais ninguém e que tudo farão para que estejam bem e que sejam felizes.