0

Baloiço, a metáfora da educação


No outro dia no parque, olhei para os baloiços onde andavam as crianças com o impulso dos pais...

Veio me à cabeça que aquela imagem podia muito bem ser a metáfora da educação. Começamos por colocá-los no baloiço devagarinho, e sem balanços, até terem equilíbrio. Às vezes, no início, até os pomos ao nosso colo para se sentirem seguros e para que conheçam a sensação do vento a bater na cara, do balanço que dá formigas na barriga. Depois começam a sentar-se sozinhos e a equilibrarem-se, mas ainda precisam de ajuda para o balanço. Então, seguram-se bem e lá vamos nós empurrá-los e explicar como podem fazer para tomar o balanço sozinho... Um dia, vamos com eles pela mão e dizem: "olha mãe queres ver? " e mostram-nos a nova habilidade que já conseguem fazer sozinhos e, com muito esforço, esticam as pernas para a frente e para trás e aos poucos lá vão conseguindo entrar em marcha, mas como a velocidade ainda é pouca lá pedem uma mãozinha.

Certo dia olhamos para o baloiço e a velocidade é tal que lhes dizemos para terem cuidado porque "senão ainda cais e partes a cabeça.", e quando voltamos a olhar cá de longe .... Já saltaram :) ...