0

Mãe quero uma mana!

O grande dilema da minha filha de 5 anos é a vontade ter uma irmã (ou irmão vá, que ela já está por tudo!). E o nosso dilema enquanto pais é faze-la perceber que nem sempre depende da nossa vontade ou desejo mas que outros fatores também pesam. Seja o fator dinheiro, tempo, e dificuldades devido a trabalho demasiado longe e demasiado tempo perdido em transportes. São tudo coisas que nos fazem adiar.
Num dia destes numa tentativa parca de explicar que para temos um bebé era necessário que a mãe e o pai tivessem melhores condições para que nada lhes faltassem, ela questiono-me “então mãe, precisamos de ser ricos?”
E agora, como descalçar esta bota?
Não é o ser rico mas o suficiente para que nada vos falte aos dois, e é preciso dinheiro para a creche e o leite e as fraldas e é tudo muito complicado. Ficou a pensar.
Noutro dia ouviu nas notícias “famílias de classe média que ganhem 3.500€ por mês são consideradas ricas”.
“Mãe já sei! Tens que ganhar 3.500€ e depois já podemos ter uma mana!”
“aii filha se tudo fosse assim tão fácil! Se eu lá chegar temos um acordo!”. Respondi eu em tom de brincadeira. E não é que se tornou o seu objetivo principal?


O pior não é faze-la perceber da necessidade do dinheiro e para que seria necessário. Ela sabe que não pode comprar um bebé mas que o dinheiro é importante para termos uma vida confortável e para que a comida chegue à mesa, roupa e casa. Mas o que mais dói no coração é o lutar todos os dias para melhorar de vida e até conseguir alcançar o objetivo, termos aquela sensação amarga de a podermos desiludir.