0

Mãe esta, que sou eu?!

Qual a Mulher que não sente uma panóplia de sentimentos, uma mão cheia de palpites, um estômago a fumegar de fome, um corpo tenso de cansaço, a cabeça em constante pensamento??!
Todas as  Mulheres, Mães sentem isto certamente, umas mais que outras, mas no geral é isto.

Eu confesso, nunca pensei muito nestes assuntos antes de ser mãe, talvez porque nunca tinha ouvido falar,  acho que as mães não falam nas coisas, não falam do lado mais "escuro" do cenário, ou porque não se unem, ou porque não há ou havia tantos meios, para sentirem esse apoio e partilharem vivências de outras na mesma situação, ou porque as mulheres, mães escondem essa dura realidade, por acharem que " temos que ser fortes e aguentamos tudo".... não é bem assim, creio ser mais fácil partilhando, desabafando e vendo pontos de vista diferentes, ou só pelo simples fato de pensarmos, "ah afinal não estou sozinha" vale a pena.
Eu confesso, nunca pensei nas noites que iria ficar sem dormir.
Eu confesso, nunca pensei no dinheiro que ia gastar.
Eu confesso, nunca pensei como iria gerir, casa, filho, roupa, trabalho, ementas, horários, contas.
Eu confesso que tinha só vontade de ser Mãe.

Mãe, mãe que abraça. Mãe que mima. Mãe que não larga. Mãe que amamenta e cheira a boca do seu bebé e sente que é das melhores recordações que tem. Mãe que agarra sua filha e cheira um pedaço de cabelo, as suas roupinhas de bebé como se de um perfume se tratasse, que o tem que guardar num frasco e ir cheirando, nos dias que passa longe, para matar saudades.
Mãe é ir dobrando as roupinhas que já não servem, e limpando uma lágrima que cai, com saudade do tempo que foge a passos largos. Mãe é querer ver o desenrolar duma história que a personagem principal é a tua filha , mas  que o encenador és tu. Mãe é rir de tudo e chorar por tudo e por nada. Mãe é sentir uma bipoaridade de sentimentos.
Mãe é aquela que abre os braços às alegrias , dos  dentes que nascem, do cocó que conseguiu fazer hoje (passado dois dias sem ter feito), dos primeiros passos, da primeira palavra, mesmo que essa seja papá (também me orgulho).
Mãe é aquela que vive para ver um ser viver, crescer, com amor, sentir tudo à flor da pele, sentir-se culpada por coisas parvas e outras com sentido de ser. 
Mãe é....