0

Um dia a nossa conversa vai ser mais ou menos assim...



A mãe e o pai queriam estar mais (e melhor) tempo contigo, brincar sem pressas, assistir às tuas primeiras vezes, ver-te crescer sem a correria do dia a dia e conhecer o mundo contigo. Em família! Calámos os nossos medos e demos vida aos sonhos. Cortámos amarras, colocamos a nossa casa e os nossos sonhos dentro de uma mala de viagem e partimos! Tinhas 2 anos. Pelo mundo, andámos pela primeira vez, em família, de teleférico, de tuc-tuc, de tobogan e de bicicleta. Ao colo subiste a muralha da China. Vimos macacos na praia e na cidade, partilhámos a estrada com búfalos, galos, vacas e cobras. Vimos Monges, Budas, templos e pagodes. Vivemos lendas e rituais do mundo. Festejámos a lua cheia e lançámos desejos ao rio. Recebemos a benção de um Monge numa das 7 maravilhas do mundo. Fizemos de barcos a nossa casa e de muitos quartos o nosso lar. Dormimos num comboio com camas e numa casa com rodas. Passámos a noite junto ao rio, junto à praia e debaixo das estrelas. Gostaste de tudo e a todos chamaste casa!

Fizemos compras nos mercados locais e cozinhámos pelo mundo. Fomos ao teatro e ao circo e os teus olhos grandes queriam guardar tudo o que viam! 

Ouvimos pela primeira vez "mamã (e papá) goto muito de ti".Fugimos de um sapo que nos entrou para o quarto, correste atrás de cangurus e de esquilos. Vimos pinguins e focas na praia. Visitámos glaciares. Festejamos o Natal, no outro lado do mundo e sentimo-nos em casa, mesmo a milhares de Kms de distancia. Viste o Pai Natal e não o querias perder de vista. Estávamos os três, no meio de centenas de pessoas de todos os cantos do mundo, quando dissemos adeus a 2016 e recebemos de braços abertos 2017. Conheceste o fundo do mar e encontraste o Nemo. Nadámos junto a tubarões, raias e estrelas do mar. Navegámos  com golfinhos, tartarugas e baleias. Viste nevar pela primeira vez. Aprendeste a falar outras línguas e cresceste! E desta vez fomos nós que assistimos a tudo. Crescemos contigo! Confirmámos que é possível correr o mundo com uma criança pequena ao colo e o quão mais rica essa experiência é. Aprendemos que conseguimos viver com muito menos e a verdadeira importância do tempo! Regressámos com menos,em coisas, mas muito mais ricos em experiências e aventuras para contar. De corações mais cheios que nunca!

Foram 6 meses só nossos...

Por Sílvia Paulino