0

Lanches Saudáveis

Como mãe e mulher preocupo-me com as questões alimentares, tendo como fio condutor uma alimentação saudável, o mais saudável possível. Certo é que, perante uma sociedade consumista, as opções do mercado são muitas, mas nem sempre adequadas à nossa saúde e bem-estar.
Qualquer supermercado está cheio de ‘alimentos-tentação’ e soluções rápidas para transportar e consumir entre as principais refeições. Há snacks sem açúcar adicionado, baixos em gordura, low-carb, com sementes, sem glúten, sem lactose, energéticos, com adição de algas e fungos e muitos mais elementos especiais na sua composição. É importante manter a diversidade alimentar e ingerir nutrientes de várias fontes mas, no meu ponto de vista, podemos obter todos esses nutrientes através de alimentos frescos e pouco processados.
É certo que a falta de tempo e, frequentemente, o cansaço condiciona a nossa disponibilidade para cozinhar mas há refeições simples, rápidas e saudáveis que podemos realizar sem perder muito tempo. Aliás, ganha-se tempo de qualidade e saúde. Ganha-se saúde porque os alimentos que cozinhamos em casa são mais vivos em termos nutritivos, não estão embalados longos períodos de tempo, não possuem aditivos nem conservantes. Tempo de qualidade porque podemos cozinhar em família, ensinando aos nossos filhos todo o universo dos alimentos: as cores, sabores, texturas, origem, como crescem e são colhidos. As crianças podem aprender muito enquanto estão connosco na cozinha. Podemos promover a sua autonomia e imaginação, dando-lhes a possibilidade transformar os alimentos e ‘construir’ uma refeição. Para as crianças é um acto de pura magia!
À volta das frutas e verduras, da carne e do peixe, dos cereais e lacticínios muitas histórias poderão ser contadas em conjunto. É importante, também, que as nossas crianças entendam o processamento dos alimentos, observando como eles passam de crus a cozinhados e ter a noção de que quando os alimentos estão no nosso prato já percorreram um determinado caminho. A cozinha poderá ser um laboratório de experiências reias e divertidas e o acto de cozinhar pode ser um momento de ternura, partilha e consciencialização. Somos aquilo que comemos e é bom ter a noção in loco do que somos, por aquilo que ingerimos.
Deixo aqui duas sugestões de snacks simples, saudáveis e rápidos de confeccionar e que podemos colocar nas lancheiras dos nossos filhos:

Biscoitos de banana e aveia (para aproximadamente 16 bolachas)
Ingredientes:
- 2 bananas maduras
- 2 chávena de flocos de aveia sem glúten

Modo de preparação:
- Pré-aqueçer o forno a 180ºC.
- Colocar os flocos de aveia num robot de cozinha e misturar até os flocos ficarem com a consistência de farinha.
- Esmagar as bananas numa taça e misturar a farinha de aveia até formar uma massa homogénea.
- Colocar bolas de massa num tabuleiro forrado com papel vegetal, e esmagá-las, ligeiramente, com a ajuda de uma espátula. Colocar no forno durante aproximadamente 10 minutos.
Pode-se fazer alterações à receita, adicionando pepitas de cacau, sementes de girassol, coco ralado, canela em pó, frutos secos picados. Neste caso, adicionar ½ chávena destes alimentos na mistura.
- Retire as bolachas do forno e deixe arrefecer.
Pode-se colocar as bolachas na lancheira dos nossos filhos para um lanche saboroso e nutritivo!

Cenouras baby com puré de grão-de-bico
Ingredientes:
- 2 chávenas de grão-de-bico cozido
- 1 colher de sopa de sumo fresco de limão
- ¼ de chávena de caldo de vegetais caseiro
- 1 alho picado
- 3 colheres de sopa de azeite
- Sal q.b

Modo de preparação:
- Colocar todos os ingredientes num processador de cozinha e misturar até formar um puré homogéneo.

Pode colocar o puré num pequeno recipiente de plástico e noutro as cenouras baby. As crianças podem comer as cenouras barrando-as com o puré de grão. É um óptimo lanche e muito saudável, fornecendo proteína, hidratos de carbono e vitaminas!