0

E o menino?


Desde que anunciei que estava grávida pela terceira vez que ouço comentários que ao longo destes quase quatro anos me têm deixado irritada. 
Ainda grávida comecei a ser questionada, com tom afirmativo, se estava a tentar o menino. NÃO, estava à espera de ser mãe pela terceira vez.  
Nós sempre falamos em três filhos, eu filha única tinha uma certeza, queria que os meus filhos/as tivessem irmãos/irmãs.
Após a C. pequenina nascer continuamos a ser questionados se íamos atrás do menino, mas apareceu um comentário novo "agora têm que ir ao menino".  Com o tempo a entoação dos comentário e a quantidade de pessoas que me diziam o mesmo, aumentou e de simples questões ou comentários começou a soar a conselhos e havia sempre uma história de uma amiga de uma prima de uma tia de uma vizinha que "foi atrás do menino e tem 5 filhas".
"Três meninas, têm que ir ao quarto, têm que ir ao menino" 
Eu, querendo ser simpática e em tom de brincadeira respondo sempre que o molde é o mesmo e por isso nunca viria o menino.  
Depois ainda foram aparecendo os comentários sexistas "coitado do pai, sozinho no meio de tantas mulheres". Claro que nunca perdi tempo a explicar o que é o complexo de Édipo. Mas este pai é muita coisa mas não coitado por ter três filhas que o rodeiam de amor e carinho. 
Com o passar do tempo cansei, saturei destes comentários.
Neste momento começo a acredito que existe uma qualquer lei social sobre famílias de três filhas. 
art 1: famílias de três filhas/os têm que ter a/o quarta/o, afinal quem tem três tem quatro. Estamos a contar convosco para a nossa reforma. 
art 2: qualquer família que tenha três filhas tem que tentar o menino, a qualquer custo. Estamos a contar convosco para equilibrar as contas demográficas e contamos com um novo Cristiano Ronaldo.
art 3:  todo o pai de três meninas precisa de um menino para mostrar a sua masculinidade, ou não tarda muito e anda de tutus rosa no meio da rua. Afinal a quem é que ele vai ensinar a chutar a bola?!?
Por aqui são três meninas, mas se por acaso a quarta gravidez for anunciada, acreditem que é porque queremos aumentar a família e não que estejamos à procura de um menino. 

Por Sílvia Coutinho