0

Como não fazer birra na hora das birras

Coisas em que acredito mesmo quando não as consigo fazer!

CONTROLO das próprias emoções, da reactividade, do nosso ego. Manter em mente que não é pessoal, não é sobre nós, nem dirigido a nós. Quem se sente mal, comporta-se mal.
#Ferramentas Mindfulness: paciência, aceitação

CONEXÃO com a criança. Vê-la, ouvi-la. Estar ali, naquele momento, com ela a 100%, sem pressa.Não criticar, não salvá-la, não confortá-la. Não resolver por ela, não manipular.
#Ferramentas Mindfulness: não julgamento, não-esforço

RECONHECIMENTO das emoções e necessidades & EMPATIA com a criança, mesmo que desaprovemos totalmente o comportamento. Qualquer comportamento é uma forma de comunicar e um meio para satisfação de alguma necessidade por preencher. Todo o comportamento, por mais negativo que seja, tem uma intenção positiva. Um “maucomportamento é a parte visível de um icebergabaixo da linha de água estarão emoções, conflitos internos ou situações que a criança não está a conseguir resolver ou expressar de outra forma.
#Ferramentas Mindfulness: aceitação, mente de principiante

ENVOLVER na resolução do conflito, permitir a negociação, permitir que a criança procure ou sugira a saída para a paz, confiar que a criança encontra a solução que sirva as necessidades das duas partes: “ o que sugeres?”, “como te posso ajudar?”
#Ferramentas Mindfulness: confiança

MANTER O FOCO NO LONGO PRAZO e não na extinção imediata do mau comportamento a qualquer custoou seja, recorrendo a ameaças, medo, castigos ou recompensas, gritos ou palmadas, com consequências na auto-estima, na relação, no crescimento pessoal e na mudança consciente da criança.


Qualquer conflito encerra uma oportunidade de ouro de crescimento para pais e filhos, e seja qual for a razão que o originou, a lição maior que dele tiramos está na forma como o resolvemos.