0

Carta à senhora que chamou o meu filho de atrasado mental


Olá. Sei que não nos conhecemos bem, mas o meu filho Martim chamou a sua atenção enquanto saltava entre cadeiras e falava alto. Eu reparei que ficou a olhar de lado e até o chamou de mal-educado.

Também dei conta que fez tudo para me fazer sentir mal, até chegar ao ponto de me chamar de má mãe e o meu filho de atrasado mental.
Eu quero que saiba que as suas palavras e os seus olhares não me afectaram e na verdade até me dão mais força. 
Mas na verdade eu até a entendo pois é tão bonito (ou não) ver uma sala de um serviço de psiquiatria cheia meninos completamente drogados encostados as mães, sim pelo menos há silêncio para continuar a ler a sua revista sem  ser incomodada.

Lamento que não tenha perdido dois minutos para entender o que se estava a passar com o meu filho. Sei que não o fez talvez por medo ou até por vergonha, mas devia de o ter feito. 

Mas eu explico, o Martim é hiperactivo, tem défice de atenção e suspeita de síndrome de Asperger e sim também tem um atraso de desenvolvimento que lhe afecta a fala, mas não é por isso que merece os comentários que lhe possam fazer
 O Martim e os meninos como ele merecem respeito e dedicação. Merecem ser amadas e tratadas como as outras crianças. Por isso da próxima vez que vir um menino agitado e com comportamentos diferentes não faça o que fez hoje. 

Pois hoje  é o meu filho amanhã poderá ser o seu, e tenho a certeza que não vai gostar de ouvir comentários como os seus!