0

Que nunca nos esqueçamos de dialogar com os nossos filhos!

Cada vez mais sinto que os pais estão a perder o diálogo diário com os filhos. Sou só eu que sinto e noto nisso?
Valorizo o diálogo entre pais e filhos desde o nascimento e durante toda a vida, o diálogo faz parte do ser humano e das relações entre pessoas.
Na minha família o diálogo é diário e constante e quando não é possível presencialmente dialogar que seja via Facetime, Facebook, Skype qualquer que seja o método mas falamos sempre todos diariamente, várias vezes e partilhamos vários momentos entre família.
Considero muito importante, falar e conviver em família, perguntar pelo dia, como correu e não aceitar o “correu bem” ou “normal” puxar mais o assunto, puxar pelo tema perceber e querer mesmo ouvir e compreender quem está a falar connosco sejam elas crianças ou adultos. Todos temos necessidade de ser ouvidos, não há exceções.
Largarem os telemóveis quando se janta (regra de casa), desligar a televisão e jantar em família, partilhar as tarefas de casa falando durante as mesmas torna tudo tão mais fácil e mais harmonioso. As tarefas são chatas mas se falarmos entre todos enquanto as executamos ajuda muito mais, claro que pode demorar mais tempo mas há pressa? Não.
Atualmente acho que se vive muito o “mostrar a vida” e na realidade vive-se pouco essa vida que tanto se apresenta nas redes sociais e que era o que na realidade quereriam ter, e acredito mesmo que se tem vindo a perder o diálogo entre as pessoas. As próprias redes sociais criam cada vez mais solidão, o que é assustador para as gerações que se seguem.

Sugiro que todos os dias todos façamos esse esforço com todas as pessoas em nosso redor, família, amigos, colegas de trabalho, mas principalmente com os nossos filhos.